Skip to main content

Semana mundial de aleitamento materno

Em agosto, do dia primeiro ao dia sete, ocorrerá a Semana Mundial da Amamentação conhecido como agosto Dourado, cor que simboliza o padrão ouro de qualidade do leite materno e a luta pelo incentivo à amamentação. A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) reforça os benefícios do aleitamento materno, uma das fontes de nutrientes mais eficazes aos bebês até os seis meses de vida. 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), anualmente a subnutrição provoca em média 5,8 milhões das mortes de crianças menores de 5 anos. Segundo ela, a amamentação exclusiva até os seis meses de vida e complementar até os dois anos, poderia salvar cerca 1,5 milhão de crianças.

São muitos os benefícios do aleitamento materno, dentre eles, valem destacar o fornecimento de todos os nutrientes de que o bebê necessita e os anticorpos para a proteção contra diarreia, infecções intestinais e respiratórias. Além disso, favorece a relação afetiva entre a mãe e o bebê e ajuda a diminuir o sangramento pós-parto na mulher, assim como as chances de desenvolver anemia, câncer de mama, de ovário e diabetes.

No momento em que vivemos com a pandemia da Covid-19, podem surgir dúvidas relacionadas ao aleitamento, mas ainda não existem dados que comprovem a transmissão do vírus pelo leite materno. O recomendado é que todas as mães, infectadas ou não, utilizem máscara durante a amamentação para proteger o bebê de gotículas de saliva. É imprescindível também a higienização adequada das mãos com água e sabão, antes e depois da amamentação ou da ordenha do leite materno. 

Fonte: https://www.unimed.coop.br/web/cnu-pordentro?utm_campaign=Boletim+por+dentro&utm_content=Home+-+Blog+Por+Dentro+CNU+%281%29&utm_medium=email&utm_source=EmailMarketing&utm_term=Boletim+Por+Dentro+Corretoras